Digite seu email e receba as atualizações:

Não perca nenhum post do Oráculo da Lu

Como Dominar a Conversa Interna Positiva e Banir a Negatividade - Oráculo da Lu - Relacionamentos e Autoajuda

Header Ads

Como Dominar a Conversa Interna Positiva e Banir a Negatividade


Seu crítico interior nem sempre precisa ser tão severo. Você pode ser mais compassivo e perdoar a si mesmo praticando uma conversa interna positiva.



“Como a comida é para o corpo, a auto-conversa é para a mente. Não deixe que qualquer pensamento lixo repita em sua cabeça." - Maddy Malhotra, Autor

As pessoas pensam em palavras e as palavras que dizemos a nós mesmos podem ser fortalecedoras ou limitadoras, dependendo da abordagem que adotamos.

Você, sem dúvida, ouviu a expressão de que você é seu pior crítico e, para muitos de nós, é verdade! Embora um pouco de autocrítica possa ser uma coisa boa - ao nos provocar a nos tornarmos uma pessoa melhor - há uma enorme diferença entre dizer: “preciso comer mais vegetais” e "sou um porco gordo".

A autocrítica excessiva, na forma de uma conversa interna negativa, nos leva a nos concentrar em nossos fracassos e erros, em vez das pequenas coisas que poderíamos melhorar. Esses momentos de conversa interna negativa, como “eu sou tão idiota” ou "Eu não sou bom o suficiente"  são momentos de autodestruição, que trabalham para roubar nossa felicidade e autorrealização.

Quando você pratica o diálogo interno negativo, pode ser realmente prejudicial para a sua autoestima e amor próprio e, ao longo do tempo, pode ser associado a níveis mais elevados de estresse, infelicidade e até depressão.

O diálogo interno positivo é o oposto da autodestruição e pode ser tanto um processo de cura quanto de fortalecimento. É um diálogo que se passa em sua mente, mas também afeta muito sua atitude e sentimentos de autoestima. Uma conversa interna positiva é um espaço onde você acredita em si mesmo e fica confiante em suas habilidades. [Leia: 5 maneiras poderosas de libertar-se da negatividade]

Como dominar a arte da auto conversa positiva


A arte da auto-conversa positiva exige muito tempo e esforço para praticar de forma eficaz, e há várias coisas que você precisa saber e fazer, enquanto a pratica.


1. Você precisa observar e avaliar a validade do que está dizendo para si mesmo. Com o tempo, você se tornará melhor vendo as tendências nos gatilhos que causam sua conversa interna negativa e aprenderá como lidar melhor com elas. Essa observação de sua conversa interior permitirá que você se torne consciente dos pensamentos que está tendo e de como eles influenciam diretamente suas emoções e ações. [Leia: 6 grandes desculpas que te levam a lugar nenhum ]

2. Você precisa aprender a reestruturar o seu pensamento e dar aos pensamentos negativos um giro positivo. Às vezes, isso pode ser a parte mais difícil, porque de alguma forma parece falso. Mas, quando você refaz seus pensamentos negativos em algo mais positivo, você não se permite o espaço para a autodestruição. 

3. Você precisa estar ciente de absolutos, como "eu sempre" e "eu nunca". Essas frases tendem a ser prejudiciais porque criam uma limitação imediata de você e de sua capacidade de mudar e crescer. Evite absolutos quando estiver praticando a auto-conversa, questionando a si mesmo. Pergunte a si mesmo como você chegou a esse pensamento, ou qual seria a melhor maneira de superar esse desafio específico. Essa técnica de questionamento é mais proativa, pois limita os pensamentos negativos e permite uma variedade de respostas para você escolher.

Esta última prática de substituição é crucial para limitar os pensamentos negativos e incentivar uma conversa interna positiva. Você precisa aprender a substituir suas mensagens negativas de auto-conversa por algo positivo e fortalecedor. Use palavras gentis para se referir a si mesmo e às situações, e não se limite usando “eu não posso” ou "eu não sou"

As coisas destrutivas mais comuns que nos dizemos


Abaixo estão cinco coisas autodestrutivas comuns que dizemos a nós mesmos por meio de uma conversa interna negativa e exemplos de como podemos trabalhar contra elas, substituindo as mensagens negativas pela conversa interna positiva.


1. "Você é tão estúpido, feio, inútil, etc"

Este é o crítico dentro de você que muitas vezes pode ser o mais alto e mais prejudicial. Pode destruir sua autoestima em um segundo e matar qualquer sonho ou meta que você estivesse pensando em alcançar. Ele diz que você não é bom o suficiente e que você não merece felicidade e sucesso. Esse crítico nega aos indivíduos sua própria autoestima e valor. Para combater essa conversa interna crítica, você pode dizer internamente a seguinte conversa positiva ou em voz alta: “Eu valho a pena, sou valioso e mais do que suficiente! Eu posso e farei grandes coisas.”

2. “Eu não posso fazer isso porque tenho medo do fracasso, constrangimento, responsabilidade, etc.”

Essa forma de conversa interna negativa é baseada no medo e na vergonha e nos impede de tentar coisas novas ou assumir riscos. Todos nós temos nossos medos, mas para viver a vida ao máximo - com entusiasmo e felicidade - precisamos agir em vez de permanecer improdutivamente congelados no tempo. Em vez de dizer que não posso, você deve mudar para uma forma positiva de auto-conversa, como "eu tenho a ousadia de agir, mesmo que eu tenha medo". [Leia: Como superar o medo de não ser bom o suficiente]

3. "Por que isso sempre acontece comigo?"

Essa prática negativa de auto-conversa é a da vítima. Embora possamos não ter controle sobre tudo o que acontece em nossas vidas, podemos controlar como reagimos a essas situações e desafios. Se você escolher a atitude da vítima, estará confiando em outra pessoa para proporcionar sua própria felicidade. Você deve, em vez disso, mudar sua autofonia para algo como “Eu tenho a capacidade de aproveitar ao máximo cada situação. Isto vai passar." 

4. "Eu gostaria de ter o que outras pessoas têm."

Essa conversa interna negativa vem da inveja, mas devemos sempre lembrar que a inveja é cansativa e pode nos deixar sentindo vazios e sozinhos. É muito melhor ser grato pelo que você tem e dizer: “Eu tenho sorte! Eu tenho o que preciso e estou trabalhando para o que eu quero!” [Leia: Como não ser invejoso]

5. "Eu nunca vou perdoar essa pessoa por fazer isso!"

Esta voz negativa é a não perdoadora, que pode transformar sua mente, corpo e alma amarga de dentro para fora. Perdoar os outros e a si mesmo é uma das coisas mais libertadoras que você pode fazer! Em vez de se concentrar no que você não pode perdoar, concentre-se no que puder e diga: “Eu não posso controlar suas ações, mas posso controlar a minha própria e optar por perdoar…” [Leia: O perdão e a sua saúde]

A perfeição é superestimada, aqui está o porquê...


Em última análise, você precisa abraçar o fato de que você não é e nunca será perfeito. É extremamente libertador quando você para de se manter em padrões inatingíveis. O perfeccionismo é destrutivo e nem sempre garante sucesso ou felicidade. As pessoas aprendem mais quando fracassam e tentam novamente. Portanto, é importante relaxar seus padrões e ter a mesma empatia que você daria a um amigo. Quando você fizer isso, será mais fácil desafiar a conversa interna negativa e se concentrar mais em mensagens positivas.

Admito que, muitas vezes, somos nossos piores críticos. No entanto, agora é a hora de modificar essa regra. Enquanto somos criaturas de hábitos e facilmente caímos em padrões de pensamentos e comportamentos autodestrutivos, precisamos mudá-los. Em vez de continuar sendo nossos piores críticos, precisamos nos ensinar a ser nosso próprio sistema de apoio pessoal. Precisamos nos respeitar e nunca dizer nada que não queremos que outra pessoa nos diga.


Ao desafiar sua voz interior negativa, e praticar a arte da conversa interna positiva, pode levar algum tempo para se acostumar, eventualmente, sua mente vai aprender. Seus esforços serão recompensados ​​na forma de forte autoestima e respeito por você e suas habilidades. Isso não vai acontecer da noite para o dia, mas quanto mais esforço você colocar em substituir esses pensamentos negativos por uma conversa interna positiva, melhor você se sentirá sobre si mesmo. 

Praticando uma conversa positiva constantemente e continuamente, você descobrirá que as coisas que você diz a si mesmo se ramificam em direção à sua personalidade e à maneira como você lida com os obstáculos ao longo do caminho. Seja mais compassivo consigo mesmo e você verá as muitas mudanças positivas que isso lhe trará.


Se você gostou do texto e quiser ser um patrocinador para que esse espaço fique cada vez melhor,  contribua mensalmente com qualquer valor para a manutenção do meu trabalho, através do: 


Ou você pode ajudar doando qualquer valor via depósito bancário:

Luciana Oliveira da Costa
Caixa Econômica Federal
Agência: 4162 
op 013
Conta Poupança: 00027217-0

Muito obrigada e aproveite mais dicas navegando pelo blog!

Receba nossas atualizações:

Sobre a Autora:
Luciana Costa Luciana Costa é blogueira, escritora e coach. Autodidata aplicada, apaixonada por psicologia, filosofia e gatos. Carioca e flamenguista.

Nenhum comentário

Gostou do Texto? Deixe um comentário!
Obs: todos os comentários são moderados antes de serem liberados e exibidos no blog. Comentários anônimos são aceitos, palavrões e insultos, não. Se desejar comentar anonimamente, assine com um pseudônimo.

Tecnologia do Blogger.