3 Dicas Para Terminar um Relacionamento com Dignidade

Relacionamentos longos e casamentos terminam por muitas razões e, raramente, sem motivo. Se as razões não são claras e compreendidas por ambas as partes, no entanto (incluindo a escolha de terminar), rancores e culpa irão destruir boas lembranças. O rompimento ruim pode acabar como uma bagagem que afetará relacionamentos futuros.

Relacionamentos trazem alegria e tristeza, prazer e sofrimento. Mas o que você lembra sobre um relacionamento muitas vezes depende de como ele termina. Se você está pensando em deixar um relacionamento longo, existem maneiras de fazê-lo que podem limitar os danos colaterais. Além de escrever a partir de minha própria experiência(rompimentos pessoais), eu pesquisei ideias de vários outros artigos escritos por psicólogos sobre o tema da construção e termino de relacionamentos para que sejam feitos de forma saudáveis e separei essas três dicas:

1. Esteja certo de que quer terminar o relacionamento. 


Não ameace deixar seu parceiro porque ele mudou. Certifique-se de que realmente há uma falta de amor, respeito ou felicidade e que não pode ser revivido. Se ainda há esperança, procure aconselhamento para determinar se há uma maneira de salvar o relacionamento. É melhor se sentir certa, em vez de raiva, quando fizer a escolha de dizer adeus. [Leia: Os 10 Problemas Mais Comuns em Relacionamentos e Maneiras Rápidas de Corrigir]

O que nós gostamos, esperamos e deixamos para trás mudam completamente as nossas vidas. Isso pode criar confusão, decepção e ressentimento quando os parceiros crescem separados. Fale sobre essas mudanças com o seu parceiro. Mesmo se você tiver problemas para expressar o que você sente, o processo de tentar compartilhar seus pensamentos é vital.

Liste todos os momentos satisfatórios e faça conversas frequentes e honestas porque será crucial para seu sucesso. Sabemos que a partilha de sentimentos negativos pode ser arriscado. Seu parceiro pode ficar na defensiva. É por isso que pode ser sábio recorrer a um conselheiro de casais ou terapeuta para ajudar a facilitar a conversa. Eu terminei o meu último relacionamento com a ajuda de um terapeuta. Nós, infelizmente, nos separaram depois de dois meses de aconselhamento, mas nenhum de nós nos sentimos prejudicados. E, depois de um ano de cura, fomos capazes de se falar novamente, como amigos. [Leia: 8 Sinais de que Está na Hora de Terminar um Relacionamento]

2. Não mate o relacionamento antes de terminá-lo.


 Acusações, críticas, denúncias, protestos e segredos podem causar o fim que deseja, mas o processo será
desnecessariamente doloroso. Não encontre falhas em seu parceiro, em um esforço para cobrir a sua culpa por querer terminar. Assuma a responsabilidade por sua escolha. Identifique o que você quer de um parceiro e de sua vida. Se você tem certeza que você não pode encontrá-lo em seu relacionamento atual, defina uma data para terminar.

Muitos relacionamentos duram anos após a energia ser drenada. Após essa erosão lenta, algo acontece e um parceiro "acorda" para o quão infeliz ele ou ela se sente. Geralmente, é possível traçar um caminho de reclamações, desrespeito e negligência que conduzem a esta revelação. Tente reconhecer estes sinais e fale sobre eles antes de a relação ser morta. Uma vez que o respeito se perca, não é provável que o relacionamento possa ser renovado. [Leia: Você é Feliz com Seu Parceiro? 16 Sinais de um Relacionamento Infeliz]

3. Se você tiver que ir embora, comece com o perdão.


Perdoe o seu parceiro, pois é humano. Perdoe-se por escolher terminar. Se você fizer isso, você ainda pode não ser capaz de fazer um término tranquilo, mas será menos propenso a causar danos quando estiver partindo.

Não fuja, a menos que você tema uma explosão violenta. Escolha um lugar privado para compartilhar sua decisão com seu parceiro. Então prepare-se para manter a calma, se a resposta é raiva ou comportamento manipulativo.


Felizmente, você teve algumas conversas, ou mesmo se reuniu com um terapeuta, antes de chegar a este ponto, para que o seu parceiro não se sinta chocado. Mas ainda pode haver uma reação emocional. Não tente acalmar o seu parceiro. Seja honesto. Responda às perguntas com bondade. Desculpe-se pela dor que sentem, mas não pela sua decisão. Em seguida, pergunte quando vocês podem conversar sobre a divisão de propriedades e despesas.

Vocês ainda podem enfrentar um fim difícil ou divórcio. Vocês provavelmente não serão amigos. Mas tente mostrar respeito para com a pessoa que você amou uma vez e que pode ainda te amar profundamente.

Depois de ter começado o processo de separação, defina seus limites: Se você explicou suas razões para sair, você não tem que fazê-lo novamente. Você pode estabelecer uma amizade mais tarde, mas precisa de tempo para estabelecer confiança em uma vida à parte. Além disso, você pode precisar de encontrar maneiras de lidar com a solidão que não seja apazigua-la com seu ex. [Leia: Como Superar um Coração Partido]

Conclusão

A maneira como você termina o seu relacionamento e o comportamento seu e do seu parceiro - fará uma enorme diferença. Então, por favor, faça tudo o que puder para criar um bom final. Tente não adicionar qualquer conflito que possa ter e expor seus filhos(se houver) a sentimentos ainda mais prejudiciais

Finalmente, pergunte-se o que você aprendeu com a experiência. Escreva suas respostas em um caderno para que você possa acessá-los frequentemente enquanto segue em frente. Você o(a) deixou por uma razão. Certifique-se de que essa experiência ajude a definir, e não descarrilar, seu próximo relacionamento.

Estou me esforçando ao máximo para ajudar a melhorar os relacionamentos das pessoas. Mas não posso fazer isso sozinha. Você gostou desse texto e te ajudou de alguma forma? Compartilhe!!! Outras pessoas podem gostar também! Esse blog se mantém através da venda de ebooks. Se você acha que vale continuar com esse trabalho, ajudando quem acessa esse espaço, Clique AQUI. Além de adquirir materiais de qualidade, você estará me ajudando a manter esse blog. Obrigada!!!!

http://www.72.mktid5.com/w/1e4ervle7cGg61ZwXe6766f2-6

http://bit.ly/secaoebooks


Compartilhe no Google Plus

Sobre Luciana Costa

Blogueira e escritora independente. Sou amante da literatura e das artes. Também amo minha liberdade, minha família, meus amigos. Gosto de aprender e gosto de ensinar.

0 comentários:

Postar um comentário

Gostou do Texto? Deixe um comentário!
Obs: todos os comentários são moderados antes de serem liberados e exibidos no blog. Comentários anônimos são aceitos, palavrões e insultos, não. Se desejar comentar anonimamente, assine com um pseudônimo.