Header Ads

Dependência Emocional: Como Saber se Você Depende de Alguém?


Se você acha que está lutando contra a dependência emocional, leia os sinais abaixo. A partir daí, descubra se você é emocionalmente dependente e como mudar.



Se você está lidando com dependência emocional, sabe que não é apenas no relacionamento amoroso. A dependência emocional pode vir da infância, em um relacionamento tóxico de amizade e muito mais.

A dependência emocional pode se mostrar através de baixa autoestima, co-dependência, bem como negação, ressentimento, medo ... A lista é grande. 

O que é dependência emocional?

Dependência emocional não é algo fácil de lidar. Como isso faz com que sua felicidade mude com base em outra pessoa ou no sucesso de um relacionamento ou situação, pode ser difícil romper com esse padrão.

Dependência emocional pode ser comparada ao vício. Em vez de ser viciado em uma substância, você pode ser viciado em um sentimento ou pessoa. Do mesmo modo que os sentimentos de um viciado se baseiam em algo, os sentimentos de uma pessoa emocionalmente dependente se baseiam em seu vínculo com alguém.

Você poderia até dizer que os viciados são emocionalmente dependentes de suas drogas de escolha. 

Quais são os exemplos de dependência emocional?

Dependência emocional pode ser vista em todos os tipos e formas. E, contrariamente à crença popular, a dependência emocional não é apenas vista nos relacionamentos românticos, mas também nas amizades e nas famílias.

A dependência emocional familiar é a mais comum. Começa na infância.

Por exemplo, se um adulto tem condições financeiras para sair da casa dos pais e não o faz, ele pode ser emocionalmente dependente da estrutura familiar. Isso o faria se sentir seguro. Sem isso, ele poderia sentir ansiedade ou até depressão.



Esse tipo de dependência emocional do espaço da sua infância pode impedir a vida de alguém. Essa pessoa pode evitar namorar ou viajar para ficar onde se sente mais segura. 

Dependência emocional romântica é quando você define sua própria autoestima e felicidade através do sucesso de um relacionamento do qual depende emocionalmente, não apenas seu parceiro, mas também a parceria.

Isso instiga um sentimento de pavor e um medo incomparável de um rompimento ou a ideia de ficar sozinho. A solidão é vista como um fracasso para alguém emocionalmente dependente de um relacionamento. Essa dependência emocional vem da falta de autoconfiança.

Quando alguém tem um baixo nível de autoestima, assume que não é digno sem um parceiro. Essas pessoas dependem de seu parceiro não apenas para sua felicidade e sucesso, mas possivelmente financeiramente.

Esse tipo de dependência emocional pode sair do controle muito rapidamente. Quando alguém depende do parceiro para tudo em seu mundo, pode se tornar controlador, ciumento e até manipulador ou perigoso em determinadas circunstâncias. 

A dependência emocional social é baseada na aprovação externa. Isso pode ser visto por meio de grupos de amigos, ambientes de trabalho ou até mesmo nas mídias sociais. A dependência emocional em um ambiente social pressiona você e todos ao seu redor.

É alguém que não se importa apenas com o que os outros pensam, mas define sua felicidade e autoestima nisso. Eles precisam de aprovação externa para se sentirem satisfeitos. Eles também sentem mais dor por uma pequena rejeição do que a maioria.

Se eles fossem deixados de fora dos planos para sair, ou pensarem que estão sendo ridicularizados, isso os destruiria. Tudo o que eles pensam de si é baseado na opinião dos outros. 

Você é emocionalmente dependente?


Dependência emocional é quando a baixa autoestima de alguém é tão severa que ela busca segurança em outras pessoas ou em fontes externas. Se você é emocionalmente dependente, não confia em si mesmo ou em suas próprias capacidades.

Alguém emocionalmente dependente deveria estar ciente disso. Infelizmente, nem sempre é o caso. Como a dependência emocional geralmente é um efeito de trauma na infância ou de relacionamentos tóxicos, muitas vezes pode ser distorcido em nossa mentalidade enquanto negamos isso.

É por isso que é tão importante conhecer os sinais de dependência emocional. Então, você pode descobrir se está lutando com isso e procurar a ajuda necessária para uma vida mais saudável.



# 1. Em busca de atenção. 

Se você perceber que procura atenção regularmente de outras pessoas, pode estar lidando com dependência emocional. Todos nós precisamos de interação humana. No entanto, a maioria de nós desfruta de algum tempo longe dos outros.

Você pode achar que é necessário estar sempre conversando com alguém ou ter atenção em você. Não é que você precise ser o centro das atenções, mas fará o que for necessário para sentir que é importante para os outros. 

# 2. Sentimentos de indignidade. 

A pessoa se subestima regularmente. Por exemplo, você pode conseguir um emprego melhor do que possa imaginar. Em sua mente, você não acha que não merece isso.

Você pode não se sentir bem o suficiente para um determinado grupo social, trabalho ou relacionamento. Você não apenas se intimida, mas também se convence de que é incapaz de cuidar de si mesmo.

# 3. Incapaz de ficar sozinho. 

Pessoas com capacidades mentais e emocionais saudáveis ​​desfrutam de tempo sozinhas. Alguém com dependência emocional ficará extremamente desconfortável quando estiver sozinho.

Isso pode significar ansiedade excessiva quando você está sozinho em uma festa ou depressão extrema quando está solteiro. 

# 4. Auto-sabotagem. 

Como aqueles que lidam com dependência emocional têm uma autoconfiança tão baixa, sabotam seus próprios sucessos sem querer. Você pode se encontrar em um relacionamento maravilhoso. Em vez de se apoiar nele, você não acredita que seja digno de tanta felicidade. Então, você reage.

Você exige que esse relacionamento funcione para se sentir positivo, mas age com muito ciúme ou com submissão demais para garantir isso, em vez de ser sincero e comunicar seus medos.

# 5. Falsa confiança. 

Alguém que tem dependência emocional pode parecer confiante ou até vaidoso à distância. Mas, esta é uma cortina de fumaça destinada a enganar os outros.

Alguém que lida com dependência emocional pode não reclamar de sua aparência ou falar baixo externamente. O que eles farão é se gabar quando alguém os atingir, se gabar de seu relacionamento bem-sucedido ou se gabar de quantos amigos eles têm. Isso é para convencer a si e aos outros que eles são dignos. [Leia: Como não se importar com o que as pessoas pensam ]

# 6. Comportamentos submissos. 

Alguém que é confiante em si irá compartilhar seus sentimentos e emoções. Eles falarão quando discordarem de algo e se defenderão.

Se você é emocionalmente dependente de um relacionamento, cairá em um comportamento submisso, especialmente quando estiver com alguém dominante. Você aceitará um comportamento ruim e concordará com coisas que na verdade não deseja fazer para manter a paz.

# 7. Precisando de aprovação. 

Se você luta com a dependência emocional, duvida de si mesmo. Mesmo que você saiba que fez algo certo ou está obtendo sucesso, precisa ouvir elogios e aprovação de fontes externas.



# 8. Falta de respeito próprio. 

Deixar suas emoções dependerem apenas dos outros significa que você respeita mais as opiniões dos outros do que as suas. Quando isso acontece, você não se trata com amor e respeito. Você pode deixar que outros pisem em você. E você pode se entregar a coisas como drogas e álcool, ou fazer um esforço excessivo por pessoas que não vale a pena.

# 9. Ciúme. 

Comportamentos ciumentos podem advir de questões de confiança. Eles geralmente estão mais profundamente enraizados na dependência emocional. Quando você depende emocionalmente da aprovação dos outros ou de relacionamentos bem-sucedidos, o medo de perder pode ficar tão intenso que você fica com ciume excessivo e irracional.

Não apenas você se preocupa com um parceiro te deixando ou traindo, mas também olha para casais e pessoas populares do Instagram e fica verde de inveja. Você seria incapaz de se orgulhar de seus próprios sucessos, mas admira e idolatra os dos outros. [Leia: Como parar de ficar com ciúmes do sucesso de outra pessoa ]

Você pode até atacar aqueles que têm a atenção e o amor que você deseja. Se você sentir a necessidade de deixar comentários negativos ou odiosos online, inventar rumores ou qualquer outra coisa, isso pode ser causado pela dependência emocional.

# 10. Aceitando abuso. 

Tolerar comportamentos abusivos, sejam eles emocionais ou físicos, é um importante sinal de dependência emocional. Esse abuso pode vir de um pai, parceiro ou até mesmo um colega de trabalho ou chefe. Aceitar esse comportamento como normal mostra dependência emocional.

Isso ilustra que você deseja mais sucesso e aprovação desse relacionamento do que sua própria saúde ou bem-estar. [Leia: Como desligar sua voz interior negativa ]

# 11. Ansiedade. 

A ansiedade tem muitas causas. Se você se relaciona com muitas dessas causas e tem ansiedade social ou qualquer tipo de ansiedade sobre o seu futuro, isso também pode estar enraizado na dependência emocional.

Sempre que você confia nos outros para sua própria autoestima ou felicidade, isso fica fora de seu controle, o que gera muita ansiedade.



A dependência emocional é um distúrbio de personalidade desagradável que não permite que você veja como você é incrível. Se você sofre disso, procure um terapeuta licenciado para solucionar as causas por trás de sua dependência emocional.



Se você gostou do texto e quiser ser um patrocinador para que esse espaço fique cada vez melhor,  contribua mensalmente com qualquer valor para a manutenção do meu trabalho, através do: 


Ou você pode ajudar doando qualquer valor via depósito bancário:

Luciana Oliveira da Costa
Caixa Econômica Federal
Agência: 4162 
op 013
Conta Poupança: 00027217-0

Muito obrigada e aproveite mais dicas navegando pelo blog!

Autora:
Luciana Costa Luciana Costa é blogueira e escritora. Autodidata aplicada, apaixonada por psicologia, filosofia e gatos. Carioca e flamenguista.

Nenhum comentário

Gostou do Texto? Deixe um comentário!
Obs: todos os comentários são moderados antes de serem liberados e exibidos no blog. Comentários anônimos são aceitos, palavrões e insultos, não. Se desejar comentar anonimamente, assine com um pseudônimo.

Tecnologia do Blogger.