Header Ads

10 Coisas que as Pessoas Inteligentes Nunca Dizem em Público


Você já teve uma conversa em que disse algo que se arrependeu imediatamente? Isso acontece com as melhores pessoas, de um jeito ou de outro. Mas as pessoas inteligentes escolhem suas palavras com sabedoria.



"Os homens sábios falam porque têm algo a dizer; Tolos porque eles têm que dizer alguma coisa.” - Platão

As palavras que saem da nossa boca podem ser interpretadas de quatro maneiras: positiva, negativa, neutra ou pouco clara. Pessoas inteligentes e pessoas emocionalmente maduras tendem a falar de maneira deliberada e transparente; elas elaboram suas palavras para minimizar uma resposta negativa ou enigmática.

Para evitar os temidos pensamentos e sentimentos que acompanham uma sequência de palavras impulsivas e mal faladas, essas dez dicas ajudam a ter um entendimento básico do que não deve ser dito em público.

Aqui estão 10 coisas que as pessoas inteligentes nunca dizem:

1. "Isso não é justo!"

Eu odeio ser portador de más notícias, mas a vida não é justa. Dizer uma frase semelhante a “Isso não é justo!“ Faz você parecer imaturo e chorão. Talvez o que aconteceu não seja justo; pode até ser uma injustiça flagrante. O que deve ser lembrado é que as pessoas ao nosso redor muitas vezes desconhecem o "incidente" e, mesmo que tenham conhecimento do cenário, proclamar "Não é justo" não faz absolutamente nada para resolver o problema.

Em vez de reclamar quando as coisas não saem do jeito certo, as pessoas inteligentes querem saber exatamente o que deu errado, para que possam fazer os devidos ajustes, a fim de evitar futuros erros ou mal-entendidos.

2. "Não é minha culpa."

Nunca é uma boa ideia por a culpa. Mesmo que tivesse sido um envolvimento mínimo, você ainda tinha um papel a desempenhar. Como tal, você também assume a culpa. Caso contrário, ofereça uma explicação objetiva e imparcial do que aconteceu. No momento em que você começa a apontar os dedos, as pessoas começam a vê-lo como alguém que não tem responsabilidade por suas ações. Em vez de apontar os dedos e jogar outras pessoas para o abismo, as pessoas inteligentes se responsabilizam por suas falhas.

3. "Eu vou tentar."

"Eu vou tentar ...” Não há três palavras no português que sejam mais enganosas, tanto para quem as diz como para quem as ouve. As pessoas que dizem "tentarei" se deram permissão para falhar. Não importa o que aconteça, elas sempre podem afirmar que “tentaram”. Se você for solicitado a fazer algo, comprometa-se a fazê-lo ou ofereça uma alternativa, mas não diga que você tentará, porque parece que você não tentará tanto.

4. “Eu não posso. "

Dizendo que não pode sugere que você não está disposto a fazer o necessário para concluir o trabalho. Em vez de dizer o que você não pode fazer, diga o que você pode fazer. Por exemplo, em vez de "Não consigo executar esses números", diga "Ainda não sei como executar esse tipo de análise. Existe alguém que possa me mostrar para que eu possa fazer isso sozinho da próxima vez? ”



5. "Isso é o que é."

Pode haver um certo sentimento zen nessa afirmação, mas uma pessoa inteligente nunca diria isso em voz alta, pois se traduz em "Não tenho nada a acrescentar a essa situação". "Não sei como resolver esse problema". As pessoas não recuam de um desafio. Elas se esforçam para tornar o mundo melhor. Elas usam suas habilidades de resolução de problemas e pensamento inovador para enfrentar os problemas de frente. E elas nunca aceitam algo pelo que é.

6. "Ele é um idiota"

Não há vantagem em fazer uma observação depreciativa sobre um colega. Se sua observação é exata, todo mundo já sabe, então não há necessidade de apontar. Se sua observação for imprecisa, você é quem acaba parecendo um idiota. Sempre haverá pessoas rudes ou incompetentes em qualquer local de trabalho, e é provável que todos saibam quem são.

7. "Como eu disse antes."

Essa frase implica que você está sendo insultado por ter que se repetir ou que, de alguma forma, você é "melhor" do que o destinatário. De fato, repetir a mesma coisa mais de uma vez para a mesma pessoa é frustrante. Evite verbalizar essa frustração e tente esclarecer o que você está dizendo.

8. “Isso levará apenas um minuto.”

Dizer que algo leva apenas um minuto mina suas habilidades e dá a impressão de que você se apressa nas tarefas. A menos que você literalmente complete a tarefa em 60 segundos, fique à vontade para dizer que não demorará muito, mas não faça parecer que a tarefa pode ser concluída mais cedo do que realmente pode ser concluída.

9. "Eu desisto."

Dizer "eu desisto" pode parecer inofensivo, mas é uma afirmação de que somos incapazes de superar algo à nossa frente. Talvez seja um chefe terrível, uma tarefa / projeto difícil, um colega de trabalho desdenhoso ou qualquer número incontável de coisas. Lembre-se de que você é muito mais forte e inteligente do que pensa. Não há absolutamente nada que você não possa superar. "Eu posso fazer isso" são as únicas palavras que você precisa.



10. "Isso não está na minha lista de atribuições."

Se o seu chefe pede que você faça algo que você acha inadequado para sua posição, a melhor jogada é concluir a tarefa com entusiasmo. Essa frase muitas vezes sarcástica faz você parecer que está disposto a fazer o mínimo necessário para continuar recebendo um salário, o que é ruim se você gosta de segurança no emprego. Mais tarde, agende uma conversa com seu chefe e isso também permitirá que você e seu chefe desenvolvam uma compreensão de longo prazo do que você deve ou não fazer.

Que outras frases devem estar nesta lista? Compartilhe sua opinião nos comentários abaixo.

Se você gostou do texto e quiser ser um patrocinador para que esse espaço fique cada vez melhor,  contribua mensalmente com qualquer valor para a manutenção do meu trabalho, através do: 


Ou você pode ajudar doando qualquer valor via depósito bancário:

Luciana Oliveira da Costa
Caixa Econômica Federal
Agência: 4162 
op 013
Conta Poupança: 00027217-0

Muito obrigada e aproveite mais dicas navegando pelo blog!

Autora:
Luciana Costa Luciana Costa é blogueira, escritora e coach. Autodidata aplicada, apaixonada por psicologia, filosofia e gatos. Carioca e flamenguista.

Um comentário:

Gostou do Texto? Deixe um comentário!
Obs: todos os comentários são moderados antes de serem liberados e exibidos no blog. Comentários anônimos são aceitos, palavrões e insultos, não. Se desejar comentar anonimamente, assine com um pseudônimo.

Tecnologia do Blogger.