Uma Resposta a um Homem em Quem Acreditei

É...hoje em dia, homem de verdade está em falta. Por isso que não perco meu tempo buscando me envolver e acreditar que ainda vou encontrar a pessoa certa pra mim, como muitos ficam me falando, quando sabem que não pretendo me casar. Afinal, já tive minha cota de decepções. E se tiver que acontecer, vai acontecer. Mas não por estar procurando.

Como escritora de um blog que justamente também dá dicas para ter um bom relacionamento amoroso(ironia, não é?), eu me deparo muitas vezes com historias de mulheres que tem se decepcionado nessa busca por alguém. E, cada vez mais, vejo homens decepcionando mulheres por não terem a maturidade e a coragem de assumir um relacionamento. Ou de apenas quererem um passatempo, uma diversão. Ou, pior: um troféu.

Diante desse quadro atual, eu quero me solidarizar com essas mulheres, que estão cada vez mais decepcionadas com os homens dessa geração, muitos deles cada dia mais omissos com suas responsabilidades em relação as mulheres, desrespeitando seus sentimentos e suas necessidades, contribuindo, com egoísmo, para a infelicidade de muitas delas. E você, mulher, não se sinta diminuída ou culpada por ter preservado seus valores e acreditar neles. Lembre-se do conselho: antes só do que mal acompanhada.
 

Uma resposta a um homem em quem acreditei 


"Hoje acordei triste. Decepcionada. Por que no inicio, não era assim. Você entrou na minha vida por acaso e, sem eu esperar, já nos falávamos todos os dias. Você era atencioso, carinhoso e mostrava ser um cara muito legal.

Nosso primeiro encontro me surpreendeu. Foi mais do que esperava. E eu, apesar de estar com os pés no chão, comecei a ter esperanças de que dessa vez seria diferente. Porque, diferente de outros, você foi cavalheiro. Não foi invasivo, não tentou me levar pro motel, me respeitou. E continuou sendo atencioso, carinhoso, conversa inteligente e agradável. E me fez sentir ser especial, como a muito não me sentia. Como a muito desejava ser.

Os dias foram se passando e você sempre me surpreendendo e me cativando. Mandava mensagens lindas, musicas, vídeos e fotos pelo WhatsApp. Não dormia sem me dar boa noite, por mais cansativo fosse seu dia e eu sabia que era. E a cada dia eu começava a acreditar que tinha encontrado a pessoa certa. Alguém que estava comigo pelo que sou e não pelo prazer que poderia proporcionar. Você respeitava meu tempo, meus valores e eu retribuía com todo carinho e amor que estavam no meu coração e o fazia porque sentia essa segurança que passava para mim. De que era diferente dos outros, alguém que sabe o que quer, compromisso, companheirismo, cumplicidade por toda a vida. Já desejava que fizesse parte da minha vida, que conhecesse minha família e amigos, tinha certeza que iam gostar de você também.

Mas, de repente, você mudou.

Não sei o que aconteceu. Desculpas para não nos encontrarmos começaram a aparecer. As mensagens, antes constantes, começaram a diminuir. E o tempo de conversa também. Comecei a sentir que estava distante e que tinha perdido o interesse. Por mais que eu buscasse contato, tentando não te pressionar e procurando entender que, certamente, o trabalho estava te deixando cansado e estressado, não via retorno da sua parte. Até que você fez algo que nunca tinha feito: visualizou uma mensagem minha e sequer respondeu. Então entendi que não adiantava continuar com aquilo.

Eu sou uma mulher que sabe o que quer. Não sou uma qualquer, que está desesperada para casar e para isso é capaz de fazer qualquer coisa, até se humilhar, correndo atrás de homem. Quero alguém que seja companheiro, que deseja realmente estar comigo, porque com certeza vou desejar estar com esse alguém. E vamos nos apoiar, nos ajudar a superar dificuldades e defeitos, sermos amigos, amantes, namorados eternos. E termos uma família linda, com a bênção de Deus, das nossas famílias e amigos.

Mas vejo que não quer o mesmo comigo. E sinto que estou desanimando. Não posso gastar energia sozinha, não posso querer mais do que você. Nós dois temos que querer. É o mínimo, para um relacionamento dar certo.

Por isso que decidi parar por aqui. Não vou perder mais tempo com o que está claro que não vai acontecer. Vou seguir minha vida, magoada, sim, porque você parecia ser diferente e eu acreditei. Mas não vou me abater. Sei que ainda vou encontrar aquela pessoa que fará meu coração bater mais forte e que vai sentir o mesmo por mim. E que vai querer ficar comigo todos os dias das nossas vidas. Não vai desistir no primeiro desentendimento, não vai me comparar com relacionamentos anteriores, vai caminhar lado a lado comigo e vamos crescer juntos.

Fui sincera com você e não sei onde errei. Ao menos você poderia ter a decência de ser sincero e não continuar me iludindo. Mas sou forte. Vou fingir que não doeu.

Vida que segue..."

Estou me esforçando ao máximo para ajudar a melhorar os relacionamentos das pessoas. Mas não posso fazer isso sozinha. Você gostou desse texto e te ajudou de alguma forma? Compartilhe!!! Outras pessoas podem gostar também! Esse blog se mantém através da venda de ebooks. Se você acha que vale continuar com esse trabalho, ajudando quem acessa esse espaço, Clique AQUI. Além de adquirir materiais de qualidade, você estará me ajudando a manter esse blog. Obrigada!!!!


http://www.72.mktid5.com/w/1e4ervle7cGg61ZwXe6766f2-6

http://bit.ly/secaoebooks



Compartilhe no Google Plus

Sobre Luciana Costa

Blogueira e escritora independente. Sou amante da literatura e das artes. Também amo minha liberdade, minha família, meus amigos. Gosto de aprender e gosto de ensinar.

0 comentários:

Postar um comentário

Gostou do Texto? Deixe um comentário!
Obs: todos os comentários são moderados antes de serem liberados e exibidos no blog. Comentários anônimos são aceitos, palavrões e insultos, não. Se desejar comentar anonimamente, assine com um pseudônimo.