Nick Vujicic - Uma Vida de Superação

Nicholas James Vujicic é um evangelista e palestrante motivacional. Nascido sem pernas e braços devido a rara síndrome Tetra-amelia, Vujicic viveu uma vida de dificuldades e privações ao longo de sua infância. No entanto, ele conseguiu superar essas dificuldades e, aos dezessete anos, iniciou sua própria organização sem fins lucrativos chamada Life Without Limbs (em português: Vida sem Membros). Depois da escola, Vujicic frequentou a faculdade e se formou com uma bidiplomação. Deste ponto em diante, ele começou suas viagens como um palestrante motivacional e sua vida atraiu mais e mais a cobertura da mídia de massa. Atualmente, ele dá palestras regularmente sobre vários assuntos tais como a deficiência, a esperança e o sentido da vida.

Como sofreu bullying em sua escola, Vujicic cresceu muito deprimido e, aos oito anos de idade, começou a contemplar o suicídio. Depois de implorar a Deus para crescer os braços e pernas, Nick finalmente começou a perceber que suas realizações foram inspiradoras para muitas pessoas e começou a agradecer por estar vivo.
 
Nick se formou na universidade com 21 anos de idade com uma bidiplomação em Contabilidade e Planejamento Financeiro. Ele começou suas viagens como um palestrante motivacional, enfocando os temas que os adolescentes de hoje enfrentam. Ele fala também no setor corporativo, embora seu objetivo seja se tornar um palestrante internacional de inspiração, com cristãos e não cristãos locais. Ele viaja regularmente para outros países para falar às congregações cristãs, escolas e reuniões empresariais.Já fez palestras para mais de três milhões de pessoas até agora, em mais de 24 países nos cinco continentes (África, Ásia, Austrália, América do Sul e América do Norte).

Vujicic já falou abertamente sobre como ele já pensou em suicídio, com a idade de oito anos, lamentando-se a Deus por suas limitações, mas ele aprendeu a ser grato e usar o que ele tinha para a glória de Deus e o bem dos outros.

Desde a sua juventude Nick era atormentado pela seguinte ideia: "nenhuma mulher jamais irá me amar / se casar comigo". O evangelista sérvio nascido na Austrália relatou este temor: "Eu tinha muitas dúvidas sobre minha forma física como um marido e um pai".

Mas, como muitos dos  admiradores de Nick sabe, ele não tinha nada para se preocupar.

Em 2008, Nick e Kanae se conheceram. Em julho de 2011 Nick e Kanae Miyahara ficaram noivos. E no dia 12 de fevereiro de 2012 eles se casaram e a cerimônia de casamento foi realizada na Califórnia. Na página do Facebook de Nick, fãs de todo o mundo deixaram seus comentários desejando muitas felicidades ao casal. Detalhe: Ele usa a aliança num cordão pendurado ao pescoço.

Kiyoshi James, é o primeiro filho do palestrante com sua esposa Kanae Miyahara. Nasceu no dia 13 de fevereiro de 2013. Kiyoshi James Vujicic nasceu com 3,63 kg e com 55 cm.



Além de evangelista, Nick Vujicic é também escritor, e publicou o livro “Uma vida sem limites”, e se tornou um exemplo de superação e fé através de suas palestras ao redor do mundo, falando sobre a vida ao lado de Deus e a mudança proporcionada por esse relacionamento com Ele.

Numa de suas frases mais conhecidas, Nick diz que a noção de satisfação vem do conhecimento da verdade: “Eu encontrei o sentido de minha existência e também o propósito de minha circunstância. Porque eu tenho visto muitas pessoas completas por fora mas que não conhecem a verdade. É a verdade que te liberta e quem o Filho liberta é livre de fato”.






Veja outras fotos de Nick Vujicic e sua familia:



Abaixo um vídeo contando sua história:


Pergunta: Qual é mesmo o seu problema?
Compartilhe no Google Plus

Sobre Luciana Costa

Blogueira e escritora independente. Sou amante da literatura e das artes. Também amo minha liberdade, minha família, meus amigos. Gosto de aprender e gosto de ensinar.

0 comentários:

Postar um comentário

Gostou do Texto? Deixe um comentário!
Obs: todos os comentários são moderados antes de serem liberados e exibidos no blog. Comentários anônimos são aceitos, palavrões e insultos, não. Se desejar comentar anonimamente, assine com um pseudônimo.