Textual description of firstImageUrl

7 Razões Pelas Quais Pessoas Muito Inteligentes Não se Apaixonam Facilmente


 

Você tem dificuldades em se apaixonar? Viver um romance é sempre complicado? Isso pode estar acontecendo porque você é muito inteligente! Veja os motivos de porque pessoas muito inteligentes tem mais dificuldades para se apaixonar.



As pessoas muito inteligentes são, geralmente, as que têm mais problemas para encontrar o amor. Pode parecer estranho, mas a astúcia também pode ser uma desvantagem para quem pensa muito.

Os seguintes fatos explicam porque, às vezes, é tão difícil para pessoas muito inteligentes se apaixonar e estar em um relacionamento sério: 

1. Pessoas muito inteligentes são mais independentes.


É um fato que quanto mais inteligente uma pessoa é, mais valorizam a independência como uma característica. É por isso que eles têm um medo secreto de compromisso, pois temem que um relacionamento possa mudar sua maneira independente de viver. Claro que isso não é verdade. Um relacionamento sério e significativo nunca irá prejudicar sua independência. Se o seu parceiro realmente o ama e o respeita também, então ele nunca tentará controlar sua vida. O amor não é como uma prisão.

2. Pessoas muito inteligentes são mais desconfiadas.


Quando você pensa demais, existe a possibilidade de começar a pensar coisas ruins. Às vezes, pessoas muito inteligentes enchem suas mentes de inseguranças. Elas não podem ser facilmente enganadas, mas isso é exatamente porque temem ser enganados! Elas são muito cuidadosas quando escolhem um parceiro ou mesmo um amigo e é por isso que acabam ficando sozinhos por longos períodos de tempo. Claro, ser tão ingênuo também não é bom, mas ser muito desconfiado só pode incomodar mais você.

3. Pessoas muito inteligentes se concentram mais em suas carreiras.




Pessoas muito inteligentes querem ter sucesso na vida e isso é completamente aceitável. No entanto, o fato de que elas se concentrarem demais em seu trabalho, às vezes as deixam sem tempo para ter uma vida social. É por isso que pessoas muito inteligentes são as que são um pouco "atrasadas" para se estabelecerem. Eu, particularmente, não vejo nada de ruim com isso, já que todos escolhemos fazer alguns "sacrifícios".  



4. As pessoas muito inteligentes tendem a pensar demais.


Às vezes, pessoas muito inteligentes são as que mais se machucam em um relacionamento. Elas tendem a analisar cada assunto, por menor que seja, e então elas criam problemas maiores. Pensar demais, às vezes, pode levar a lutas intermináveis ​​em um relacionamento. É ainda pior se você não põe para fora e mantém tudo dentro de você; Então, parece que você vai sufocar. Tente relaxar e não pense demais, porque isso aumenta sua ansiedade. 

5. As pessoas muito inteligentes são muitas vezes perfeccionistas.


A característica anteriormente mencionada de "pensar demais" é muitas vezes combinada com essa. Os perfeccionistas querem que suas vidas - e, de fato, seus relacionamentos - sejam perfeitamente impecáveis. Você só precisa entender que isso nem sempre é possível. Na verdade, a maioria das vezes sua vida será imperfeita. Mas não é essa a perfeição da vida?

6. As pessoas muito inteligentes não se entregam facilmente.



A razão é realmente simples: pessoas muito inteligentes valorizam a inteligência em outros também. Portanto, a aparência não é realmente importante. Eles precisam realmente conhecer a outra pessoa, seus hobbies e sua personalidade, para decidir se vale a pena. Isso é compreensível. No entanto, se você é uma pessoa muito inteligente, você deve ter cuidado; Se perder muito tempo decidindo se a outra pessoa é o parceiro certo, ela podem fugir e então você acabará sozinho. 



7. As pessoas muito inteligentes confiam mais em suas mentes do que seus corações.


Uma mente especialmente inteligente, às vezes, confunde o coração. Existem alguns movimentos simples para fazer com que seu coração e mente trabalhem juntos: Em primeiro lugar, aprenda as vantagens e desvantagens da mente. Até certo ponto, o pensamento racional é benéfico, mas às vezes pode te afundar. Então, aprenda a discernir seu coração de sua mente racional. Ouça o seu coração. Sua voz interior nem sempre pode ser clara, mas está tentando dizer-lhe algo. Saiba como ouvi-la. Para começar, você precisará afogar temporariamente os processos de pensamento racionais e se concentrar na voz.


Gostou? Receba as atualizações do Oráculo por e-mail:

Compartilhe no Google Plus


Sobre Luciana Costa

Blogueira, escritora, life coach e coach de relacionamentos. Autodidata aplicada, amo psicologia e filosofia. Gosto de aprender, gosto de ensinar, gosto de ajudar.

0 comentários:

Postar um comentário

Gostou do Texto? Deixe um comentário!
Obs: todos os comentários são moderados antes de serem liberados e exibidos no blog. Comentários anônimos são aceitos, palavrões e insultos, não. Se desejar comentar anonimamente, assine com um pseudônimo.