10 Perguntas a Fazer Antes de Terminar um Relacionamento por Traição

É bom continuar um relacionamento com um parceiro que te traiu? Estas perguntas te ajudarão a entender se é realmente isso que você deve fazer.


Trair alguém nunca é, em qualquer situação, uma boa coisa a se fazer. Claro, você provavelmente já leu histórias sobre como A traiu B e, como depois do perdão, ficaram ainda mais unidos. Mas para a maioria de nós, seres humanos normais, ser traído por quem amamos é nada menos do que devastador.

Nesta situação, uma reação típica seria jogar todos as suas roupas e objetos pessoais pela porta da frente, mudar as fechaduras e telefonar para todos os amigos em comum para começar a sua campanha de terror vingativo contra ele. Isso, ou rastejar no canto de uma sala escura, adotar a posição fetal e chora até dormir. No entanto, antes de seguir com o curso instintivo e usual de dar um pé na bunda dele, você pode querer pensar sobre se vale a pena salvar a relação ou não. 

Terminar ou não terminar?


Vamos ser honestas: na maioria dos casos de infidelidade, independente da idade do parceiro, é quase sempre a coisa correta a se fazer. A alegação comum de que quando alguém te trai uma vez, vai trair sempre, não importa o quanto eles protestem contra isso, parece provar geralmente ser a verdade. Mas pode haver, apenas talvez, certos fatores e certos argumentos que levam você a decidir que vale a pena salvar o relacionamento. As perguntas a seguir discutem algumas das questões mais importantes sobre esta decisão:

1. Quando ele fez isso? Você poderia argumentar que isso não é particularmente importante. Traição é traição, não importa quando. Mas se aconteceu há algum tempo atrás, talvez nos primeiros estágios do relacionamento, com meses ou mesmo anos de felicidade antes da traição, então pode bem valer a pena pensar duas vezes antes de levar o relacionamento para um fim.

2. Será que vai acontecer de novo? Esta é uma pergunta difícil. Claro, o parceiro transgressor vai protestar contra, a menos que tenha uma bola de cristal para provar que diz a verdade. Seria bom para nós possuir uma bola de cristal mas, infelizmente, a maioria de nós deve confiar na retrospectiva. O único conselho real que pode ser dado no presente é pesar as circunstâncias.

Se existem fatores a favor dele, como a falta de sexo, uma tonelada de problemas de comunicação e assim por diante, então você pode estar inclinada a acreditar em seus protestos. No entanto, se as coisas no relacionamento tem sido muito boas no seu conjunto, e ele ainda assim te traiu, quem pode dizer que isso não vai acontecer novamente?

3. Será que ele vai confessar?
Há muito a ser dito sobre alguém que confessa o mais pérfido de suas atividades extra conjugais. Isso diz-nos três coisas. Em primeiro lugar, que ele têm a coragem de expor suas convicções, e isso é uma qualidade admirável em si mesmo. Em segundo lugar, que, obviamente, significa muito para ele o fato de que foi preso por sua mente e torturado pela culpa. Em terceiro lugar, que é uma pessoa honesta em quem você pode, possivelmente, confiar, quando ele diz que isso não vai acontecer novamente. Definitivamente, vale a pena manter o relacionamento, embora, em última análise, a decisão é com você.

4. Foi apenas atração física? Mais uma vez, o jargão "ela não significa nada para mim" realmente não convence muito. No entanto, e eu quase hesitei em escrever isso aqui, se era uma daquelas situações em que eles estavam fora, em uma festa do escritório, tendo bebido um pouco e alguns colegas de trabalho colocaram pilha o suficiente para que ele fosse para o mau caminho, então pode valer a pena repensar a coisa toda da separação.

Se esse ato particular de infidelidade ocorreu no início do relacionamento, ainda em desenvolvimento, bem, isso muda totalmente a história.

5. Quantas vezes ele fez isso? Foi esta a primeira vez que você descobriu que sua outra metade te traiu? Já aconteceu antes? Se a resposta for sim, então eu tenho medo que você possa estar envolvida com um viciado em adultério. Ele pode protestar contra a sua insistência de que isso vai acontecer novamente, ele pode atirar-se aos seus pés e declarar seu amor eterno por você - e na sua mente até
que seria verdade.

No entanto, o adúltero viciado sofre de certos desequilíbrios emocionais, geralmente relativo a questões de abandono e o problema não vai desaparecer. A menos que ele se comprometa com a busca de ajuda psicológica, e você estiver disposta a ajudá-lo, então a atitude mais sensata seria manter o relacionamento de pé.

6. Foi com alguém próximo a você? O adultério em si já é uma falta de respeito para com a parte traída. Mas ao cometer o ato com alguém próximo - uma amiga, colega ou até mesmo, horror dos horrores, uma irmã - leva a falta de respeito totalmente em um nível muito mais alto. O conselho aqui seria termine, não importa como. Qualquer um que tenha pouco ou nenhum respeito por você nunca poderá ser o parceiro que você merece para toda a vida. 

7. Foi com alguém do mesmo sexo? Agora, esta é uma situação difícil. Alguém te diz, seja o seu próprio parceiro ou um terceiro, que ele teve um caso homossexual. Claro, se você está em um relacionamento homossexual com seu parceiro, então você pode simplesmente ignorar esse ponto e passar para o próximo. No entanto, se você está em um relacionamento heterossexual, mas ele optou por ter um caso com alguém do mesmo sexo, então há três questões mais importantes.

Em primeiro lugar, você se importa? Algumas mulheres parecem ter pouco ou nenhum problema  em seus parceiros fazerem sexo com outro homem. Na verdade, eles podem até se aventurar por ideia delas. Em segundo lugar, será que  ele é bissexual ou então ele é realmente homossexual, e você nunca soube? Se ele é o último, cabe a você decidir como lidar com isso, mas a relação certamente chegará a um fim, por causa da sua própria sanidade mental, nada mais que isso. Se ele é bissexual, então pode haver alguma chance, você pode conversar sobre isso e resolver entre vocês ou com a ajuda de um conselheiro.

Em terceiro lugar, em que o sexo da pessoa importa para você? Traição é traição, afinal de contas, e você pode tomar a sua decisão, independentemente do fato de a terceira pessoa no triângulo amoroso ser homem ou mulher! 

8. Será que ele mostra remorso? Você merece isso, pelo menos, não é? Alguém que é pego em flagrante em um estado de infidelidade, se ele realmente ama e respeita você, deve ser absolutamente devastador para ele te machucar desta maneira - e ele deve mostrar.

Se nenhum remorso é mostrado, então você realmente tem que perguntar-se o que outra pessoa realmente sente por você, se sente alguma coisa. Claro, alguns homens são atores consumados. Se choram com facilidade quando são intimados e as encenações são um pouco exageradas, então isso seria igualmente um sinal de falta de remorso.

9. A relação será como antes? Há muita pressão sobre a pessoa para optar direto pelo cartão vermelho, quando ela descobre que seu parceiro a está traindo, mas você realmente tem que medir os fatos com base em suas próprias experiências e intuição. Se as coisas foram simplesmente perfeitas por um bom tempo antes de acreditar na traição de seu parceiro e se você realmente quer manter o que tinham, então, certamente, dê-lhe outra chance.

Esta é a sua decisão e de mais ninguém. O próprio fato de você sentir que esse é o caminho, diz muito sobre as chances de que isso nunca acontecerá novamente, se você pode suportar a lembrança de que há uma mancha na paisagem romântica.

10. Pode ser que a relação nunca mais seja a mesma? Então, o seu parceiro te traiu com alguém. Ele vêm direto para casa, confessa tudo, declara seu amor por você e diz-lhe que foi um erro, que ele nunca mais fará nada como isso novamente - e você está bastante certa de que você acredite nele.

No entanto, mesmo que você acredite nele, mesmo que tudo tenha sido maravilhoso antes e você acha que nunca vai acontecer novamente, se em sua própria mente você sabe que nunca vai ser capaz de perdoá-lo, com certeza, seu relacionamento nunca mais será o mesmo. Discussões irão ocorrer, a dinâmica de energia vai mudar - e não será mais a mesma relação que era antes. A questão é, você pode lidar com isso?

[Leia: 8 Sinais de que Está na Hora de Terminar o Relacionamento]

Se você foi traída pelo homem que ama, então a decisão de se separar ou não só pode ser sua. No entanto, com as perguntas acima, espero que você tenha a oportunidade de reavaliar se a separação é o melhor caminho e se é realmente essa a decisão que deve tomar.

Estou me esforçando ao máximo para ajudar a melhorar os relacionamentos das pessoas. Mas não posso fazer isso sozinha. Você gostou desse texto e te ajudou de alguma forma? Compartilhe!!! Outras pessoas podem gostar também! Esse blog se mantém através da venda de ebooks. Se você acha que vale continuar com esse trabalho, ajudando quem acessa esse espaço, Clique AQUI. Além de adquirir materiais de qualidade, você estará me ajudando a manter esse blog. Obrigada!!!!


http://www.72.mktid5.com/w/1e4ervle7cGg61ZwXe6766f2-6

http://bit.ly/secaoebooks

Compartilhe no Google Plus

Sobre Luciana Costa

Blogueira e escritora independente. Sou amante da literatura e das artes. Também amo minha liberdade, minha família, meus amigos. Gosto de aprender e gosto de ensinar.

1 comentários:

  1. o melhor site de espião não seja o ultimo a saber entre e confira o nosso programa espião , entre e veja como grampear um celular

    www.brunoespiao.com.br/espiao/como-monitorar-um-celular-traicoes-desconfianca-nao-seja-o-ultimo-a-saber

    ResponderExcluir

Gostou do Texto? Deixe um comentário!
Obs: todos os comentários são moderados antes de serem liberados e exibidos no blog. Comentários anônimos são aceitos, palavrões e insultos, não. Se desejar comentar anonimamente, assine com um pseudônimo.