7 Coisas que Você Ganha Quando Deixa de Ser Controlador

Esta manhã eu me encontrei com um velho amigo, alguém com quem eu me preocupo profundamente e por quem tenho lutado por anos, porque eu sempre estive preocupada com a saúde dele.

Eu queria ajudá-lo a se curar, porque eu sentia que  o estava perdendo.

Queria ensinar-lhe as ferramentas já testadas para viver uma vida mais feliz, mais simples, mais saudável, e que ajudou tantas outras pessoas - para que ele pudesse deixar seus vícios, fazer  exercícios, ter atenção plena, nutrir suas necessidades e, de repente, se transformar numa pessoa saudável novamente.

Mas essa não era a realidade. Eu queria controlar algo que me assusta, mas não podia fazer nada em relação a isso. Porque eu não estou no controle da vida de ninguém, além de mim. Eu queria ajudar meu amigo, mas ele não estava interessado em ser ajudado. Ele, na verdade, me disse isso uma dúzia de vezes no passado.

Então, hoje, eu o deixei livre.

Não "o deixei livre", como se fosse "abandona-lo." Eu "o deixei livre" no sentido de "eu parei de tentar controla-lo", parei de tentar mudá-lo. Então, respirei fundo e aceito-o exatamente como ele é.

E adivinha quem ele é? - é uma bênção! Quem ele é - é algo tão absurdamente especial e único que eu tenho até pouco tempo em expressar aqui. Ele é divertido, apaixonado, compassivo, sábio, corajoso, pensativo e leal. Eu mencionei corajoso?

Eu o deixei livre, aceitando toda a sua verdade e só então eu pude realmente desfrutar de tudo dele, em vez de me preocupar em perdê-lo ou mudar os seus caminhos.

E isso, eu aprendi, é a melhor coisa a se fazer em todas as esferas da vida ...

Você pode parar de tentar mudar as pessoas e apenas deixa-las ser quem elas são. Basta apenas notar as qualidades, apreciar cada peculiaridade que elas tem. Você pode parar de reclamar sobre suas circunstâncias na vida, sobre suas perdas, sobre como o mundo é e apenas deixar livre, amar como é.

Apenas seja. Apenas aceite. Apenas aprecie.

Aqui está o que você ganha quando permite isso...

1. Você se apaixona pelas pessoas como elas realmente são.


Tudo bem discordar com os pensamentos ou opiniões expressadas por aqueles a quem você ama. Mas isso não lhe dá o direito de negar qualquer coisa eles possam fazer. Também não lhe dar o direito de acusá-los de expressar mal suas crenças só porque você não gosta do que eles estão dizendo. Aprenda a reconhecer perspectivas interessantes, estilos de vida e opiniões, mesmo que isso signifique superar seu orgulho e abrir sua mente para além do que é confortável.

Verdade seja dita, não sabemos nada sobre a maioria das pessoas, bem como nem metade do acreditamos que elas podem fazer; e, realmente, conhecer alguém, é a melhor parte do que os tornam incríveis.

Amar é deixar aqueles com quem nos preocupamos serem assumidamente eles mesmos e não distorcê-los para caber em nossas próprias ideias egoístas de quem nós pensamos que eles deveriam ser.

2. Você vai crescer, independente dos mal-entendidos e diferenças de pensamentos.


Quantas vezes você foi mal interpretado? E como muitas vezes o sentido de sua vida foi moldada por esses mal-entendidos?

Pense nisso. Quantas oportunidades você tem se negado - ou, no caso, foram perdidas - porque alguém não conseguiu entende-lo completamente? Quantos amigos você perdeu e quantos você ganhou, porque viram um vislumbre de uma parte de sua personalidade, que brilhava apenas por um curto período de tempo, e em circunstâncias que nunca poderiam ser reproduzidas novamente?

Quantas vezes sua vida foi impulsionada por equívocos e ilusões - como alguém vendo miragens da cintilante água na extremidade curva de uma estrada e, em seguida, momentos depois, desaparece? E quantas vezes esses mal-entendidos e ilusões desapontaram ou estressaram você porque pensou que poderia controlar a maneira como todo mundo te vê?

A verdade é que as pessoas vão ver o que elas querem ver, independente de você se preocupar com isso ou não.

É hora de deixar de tentar controlar a forma como todo mundo percebe você.

É hora de apenas fazer o melhor que puder.

3. Você começa a desfrutar da paz que já está dentro de você.


O filósofo grego Epicteto disse perfeitamente há mais de 2.000 anos atrás: "As pessoas se perturbam, não com as coisas (que acontecem com elas), mas com os princípios e opiniões que elas formam relativos a essas coisas. Quando estamos impedidos, perturbados ou tristes, nunca vamos atribuir aos outros, mas a nós mesmos, isto é, aos nossos próprios princípios e opiniões. "

A Ciência Comportamental moderna concorda também. O psicólogo americano Albert Ellis provou que a forma como as pessoas reagem a eventos é determinada principalmente por sua visão dos acontecimentos e não os próprios eventos.

Perceba que, em algum lugar dentro de todos nós, não existe um eu superior que está eternamente em paz. Porque a paz interior não depende de condições externas - é o que resta quando você rende seu ego e preocupações. A necessidade de algo ser diferente neste momento não é nada mais do que uma preocupação egoísta, e preocupações como esta simplesmente te farão andar em círculos.

A paz de espírito chega em qualquer lugar e a qualquer instante, no momento em que chegar a paz com o que está em sua mente. Isso acontecerá quando você deixar de ter a necessidade de que as coisas sejam diferentes do que são.

4. Você aprenderá mais sobre como a vida realmente funciona.


Quando você tenta controlar o incontrolável, você bloqueia automaticamente a realidade. Você resiste a como tudo funciona, ao invés de aprender. Então aqui está um desafio simples para você: Em vez de tentar fazer as coisas funcionarem exatamente do jeito que você quer que elas funcionem, apenas as veja trabalhar hoje.

Aposto que você vai aprender muito mais sobre a natureza humana e os funcionamentos internos do mundo. Você verá que as coisas funcionam sem você controlá-las. A maneira como você vê e o que você vê irá mudar gradualmente. Porque você vai mudar gradualmente. Você vai começar a compreender que as coisas são um pouco diferentes do que você queria que elas fossem. E isso é perfeitamente normal. [Leia: 7 Maneiras de Mudar a Sua Atitude Quando Você Não Pode Mudar Nada]

5. Você experimentará melhor as agradáveis ​​surpresas da vida.


Será que você realmente quer estar no controle de 100% de tudo e saber o seu futuro a cada passo do caminho?

Se você está pensando, "sim", pense novamente. Não saber é um dos maiores presentes.

A vida é cheia de beleza e imprevisíveis surpresas magníficas! E, às vezes, o súbito, o inesperado desta beleza é quase demais para suportar. Sabe aquela sensação? Quando algo é muito bonito? Quando alguém diz algo ao acaso ou escreve ou toca alguma música que você se emociona ao ponto de ir as lágrimas? ...

Você realmente quer perder esse sentimento para o resto de sua vida?

6. Você libertará sua mente de preocupações desnecessárias.


Não importa o que aconteça, não importa o resultado, o sol nasce e se põe. O mundo ao seu redor vai girar de uma forma ou de outra. Então, por que não permitir que o universo te abençoe de maneiras surpreendentes e alegres?

Pense nisso ...

E, se em vez de empurrar com tanta força para fazer a vida acontecer a cada segundo, você decidir deixar um pouco e permitir que a vida aconteça com você às vezes?

E, se em vez de tentar estar no controle constantemente, você simplesmente se rende para algo maior do que você mesmo?

E, se em vez de trabalhar tão duro para descobrir todas as respostas, você passar a se permitir ser guiado para a solução no tempo certo?

E se não houver nenhuma solução necessária em tudo?

7. Você ganhará mais do que você quer, fazendo menos.


"Se você quiser controlar seus animais, dê-lhes um pasto maior." Esta é uma citação que eu ouvi em um retiro há vários anos em que um grupo de discussão conversou sobre o poder de mudar seus pensamentos.

Eu vejo os "animais" e seu "pasto maior" como uma forma de permitir que as coisas sejam do jeito que são - em vez de tentar controlar firmemente alguma coisa, você está soltando, dando-lhe mais espaço, um pasto maior. Os animais serão mais felizes - eles irão vaguear por aí e fazer o que eles fazem naturalmente. E, no entanto, as suas necessidades serão atendidas também - você terá mais espaço para estar em paz da forma como os animais são.

Esta mesma filosofia se aplica a muitos aspectos da vida - voltar atrás e permitir que certas coisas aconteçam, significa que essas coisas vão cuidar de si e suas necessidades também serão atendidas. Você terá menos estresse (e menos com o que se preocupar), e mais tempo e energia para trabalhar nas coisas que realmente importam - as coisas que você realmente pode controlar - como sua atitude sobre tudo.

Conclusão


Eu já disse isso antes e vou dizer de novo: a mente é o seu campo de batalha. É o lugar onde o maior conflito reside. É onde a metade das coisas que você pensou que iriam acontecer, não aconteceu. É onde suas expectativas sempre tiram o melhor de você. É onde você é vítima de suas ânsias de controlar o incontrolável.

E se você permitir que esses pensamentos e desejos habitem em sua mente, eles terão sucesso em roubar de você a paz, a alegria e, finalmente, sua vida. Você vai acabar com um colapso nervoso, em depressão e derrotado.

Sinceramente, há muitas coisas na vida que você não pode controlar. Não faz sentido desperdiçar sua energia com essas coisas e depois negligenciar tudo o que você pode controlar.

Você pode decidir como gastar seu tempo, com quem se socializar, com quem você compartilha sua vida, dinheiro e energia. Você pode escolher amar e valorizar as pessoas em sua vida exatamente como elas são. Você pode escolher como responder as surpresas e decepções quando elas surgirem e se você vai vê-las como maldições ou oportunidades de crescimento emocional ...

E o mais importante, você pode optar por deixar de controlar e ajustar a sua atitude em um instante, o que determinará praticamente todo o resto.

Estou me esforçando ao máximo para ajudar a melhorar os relacionamentos das pessoas. Mas não posso fazer isso sozinha. Você gostou desse texto e te ajudou de alguma forma? Compartilhe!!! Outras pessoas podem gostar também! Esse blog se mantém através da venda de ebooks. Se você acha que vale continuar com esse trabalho, ajudando quem acessa esse espaço, Clique AQUI. Além de adquirir materiais de qualidade, você estará me ajudando a manter esse blog. Obrigada!!!!

http://www.72.mktid5.com/w/1e4ervle7cGg61ZwXe6766f2-6

http://bit.ly/secaoebooks

Compartilhe no Google Plus

Sobre Luciana Costa

Blogueira e escritora independente. Sou amante da literatura e das artes. Também amo minha liberdade, minha família, meus amigos. Gosto de aprender e gosto de ensinar.

6 comentários:

  1. Uauuu... que matéria edificante!! Estava em busca de algo assim, prático e funcional, para me ajudar a deixar de ser controladora. Muito obrigada por compartilhar , me ajudou bastante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rosana!!! Obrigada!!!! Fico feliz em ajudar! Grande abraço!

      Excluir
  2. Bem legal! Estou em uma jornada de auto-conhecimento e me ajudou bastante! Parabéns pelo Blog!

    ResponderExcluir
  3. Simplesmente grandioso! cada palavra ressoou no meu coração! Gratidão!

    ResponderExcluir

Gostou do Texto? Deixe um comentário!
Obs: todos os comentários são moderados antes de serem liberados e exibidos no blog. Comentários anônimos são aceitos, palavrões e insultos, não. Se desejar comentar anonimamente, assine com um pseudônimo.