4 Maneiras de se Proteger da Manipulação Emocional

Como alguém cairia nessa? Como alguém poderia ser tão tolo? Por que eles acreditam em tais mentiras? Como poderiam ter sido enganados desse jeito?

Há pessoas emocionalmente manipuladoras em diferentes graus ao redor de nós. Quando somos jovens, gostamos de pensar que somos imunes às pressões psicológicas que confundem, manipulam e condicionam outras pessoas. Nós não somos tão ingênuos, não é? Mas parte do amadurecimento como indivíduo envolve a compreensão de como você também é guiado pelo ambiente, influenciado por outros e orientado pelas necessidades que você tem como um ser humano.

Os seres humanos podem ser manipulados justamente porque compartilhamos características psicológicas inatas que tornam todos suscetíveis nesse ponto. Entretanto, como qualquer outra fraqueza, algumas pessoas são naturalmente mais propensas a sucumbir, enquanto outras têm níveis mais elevados de imunidade às pressões externas que podem nos induzir a fazer coisas que normalmente nunca pensaríamos em fazer.

Mas, supor que já estamos "imunes" é muito ingênuo da nossa parte e o caminho certo para ser uma vítima de manipulação. Deixe-me dar um exemplo poderoso:

Emocionalmente Manipulados para a Morte


O dia é 18 de novembro de 1978 e você está na Guiana. Lá, você está no meio de Jonestown, como um membro leal da seita de Jim Jones conhecida como "Templo do Povo". Ele ordena que você beba um copo de veneno, o cianeto, misturado a um Ki-Suco de uva, e tire sua própria vida.

O que você faz?

Bem, é claro que você não faria isso, certo? Quem é Jim Jones, ou qualquer outra pessoa nesse mundo, para dizer-lhe que deve acabar com tudo? Você não é um robô que pode ser controlado a matar-se contra a sua própria vontade! Mas, espantosamente, 907 pessoas simplesmente seguiram suas ordens e morreram naquele dia fatídico. E muitas dessas pessoas envenenaram seus filhos antes que eles tirassem suas próprias vidas. Pessoas que queriam viver e queriam que seus filhos e cônjuges vivessem.

Por que essas pessoas fizeram isso? Por que homens e mulheres, muitos com grau superior de ensino, se permitiram serem abusadas e aceitaram sofrer uma lavagem cerebral por este homem? Por que eles concordaram em vender suas casas e dar todas as suas posses e dinheiro para o "Templo do Povo" - evidentemente uma seita?

Essas pessoas eram anormalmente abaixo da inteligência? Elas estavam clinicamente loucas? Ou era Jim Jones um manipulador altamente qualificado das emoções humanas? Será que ele sabia exatamente como apertar "os botões" de um ser humano e guia-lo ao longo de sua vida até chegar ao ponto em que ele iria envenenar os próprios filhos antes de por fim a sua própria vida?

De qualquer maneira, foi apenas em "Jonestown", certo? Foi um evento isolado.

Errado! "Jonestown" aconteceu inúmeras vezes ao longo da história - e isso vai acontecer novamente. Eu aposto que você pode pensar em outros exemplos onde as pessoas foram levadas de bom grado à sua própria morte. Pode não ser "Jonestown" - pode ser um nome diferente, mas vemos os mesmos mecanismos psicológicos exatos de manipulação em jogo. Entender esses mecanismos podem ajudar a imunizar não apenas para as mais grosseiras manipulações psicológicas de um líder de culto perverso, mas também para o condicionamento psicológico mais sutil que todos nós encontramos como parte da vida cotidiana.

Nós todos temos necessidades humanas básicas


Jim Jones era um mestre de enganar as pessoas, aparecendo para dar-lhes o que eles precisavam. E este é o ponto crucial para entendermos. Todos nós temos necessidades humanas inatas. Se as suas necessidades psicológicas fundamentais como ser humano não estão sendo adequadamente satisfeitas, então, a menos que você entenda exatamente o que está acontecendo e reaja de forma adequada, você vai estar motivado a agarrar-se a qualquer fonte que apareça para satisfazer essas necessidades.

Algumas de suas necessidades humanas básicas incluem:
 
  • A segurança de um ambiente no qual está vivendo.
  • A sensação de autonomia e controle de sua vida.
  • Um senso de auto-estima conquistada através da resolução criativa de problemas e para a realização de objetivos pessoais.
  • Fazer parte de uma comunidade mais ampla, um mesmo sentimento.
  • Uma sensação de status dentro de agrupamentos sociais (que inclui sentir-se importante ou respeitado de alguma forma).
  • Ser emocionalmente ligado a certas pessoas (família, amigos, etc.).
  • Significado e propósito decorrente de ser capaz de fazer a diferença.

Mais uma vez, se qualquer uma dessas necessidades básicas não são suficientemente atendidas em sua vida, você vai se sentir inexplicavelmente atraído por alguém ou alguma coisa que prometa suprir o que falta. A consciência de que isso está acontecendo com você pode economizar uma quantidade incrível de problemas.

Muitos devotos de Jim Jones foram retirados de um grupo de pessoas descontentes que não estavam levando vidas satisfatórias ou adequadas as suas necessidades básicas de maneira saudável. Pessoas que enfrentavam tempos incertos ou futuros incertos, pessoas com baixa auto-estima e auto-imagens negativas, e assim por diante. Jones manteve a promessa de certeza, aceitação social, comunidade, auto-respeito, propósitos e o sentimento de segurança dentro de seu "templo". E deve ter havido algumas crenças semeadas, realmente profundas, incutidas nessas pessoas, porque afinal, elas seguiram Jones como a um Flautista Mágico dos tempos modernos, até o esquecimento.

Aplicabilidade e Susceptibilidade Universal


É bastante fácil de ver que, se suas necessidades não estão sendo adequadamente atendidas de uma forma saudável e alguém ou algo vem e promete suprir todas as suas necessidades em um pacote conveniente, então isso pode parecer bastante irresistível.

Se você discorda, pense sobre isso: Em um nível mais convencional, considere quantas pessoas, sentindo-se negligenciadas em um casamento, tenham um caso com alguém, porque é "tão bom ser ouvido(a), elogiado(a), cortejado(a), etc." A mesma propulsão inconsciente no sentido de ter um caso amoroso é a mesma que pode conduzir os outros para os braços de uma seita(ou mesmo para comprar um produto ou uma nova droga milagrosa!)

Justificativas racionais para o comportamento irracional


Todos nós precisamos de um certo nível de atenção de qualidade e nos esforçamos para atender a essa necessidade, de várias maneiras. Mas a nossa sede pode nos cegar para os aspectos vulgares da pessoa (física ou jurídica) que está nos tentado. Nossa capacidade emocional é tão poderosa, que irá contar com a ajuda da mente consciente para inventar argumentos lógicos convincentes a fim de apoiar o que nos sentimos compelidos a fazer. Devotos de Jim Jones também certamente teriam desenvolvido um sistema de crenças em torno do culto e que, sinceramente, acreditavam que eles tinham argumentos racionais para ficar com ele.

É fácil dizer depois: "Como eu poderia ter sido tão tolo?" Mas incidentes extremos como o massacre de Jonestown demonstram o quão tediosamente poderosa é a nossa capacidade em atender as nossas necessidades humanas básicas. Elas podem dominar completamente o pensamento lógico - assim como uma pessoa morrendo de sede em um deserto pode desesperadamente colocar uma garrafa gelada de veneno nos lábios, se fosse oferecido a ela. [Leia: 21 Sinais de Abuso Emocional]

Armas de Influência e Manipulação


O psicólogo social Robert Cialdini  realizou um estudo de como e por que as pessoas concordam(ou compram) em situações de negócios e identificou um conjunto de princípios que ele chamou de "armas de influência." Embora ele estivesse olhando para eventos e interações relacionados a negócios, seus princípios aplicam-se igualmente bem a inadequados relacionamentos e manipulações de qualquer tipo. E, se você olhar de perto, não é difícil ver a ligação entre os princípios de Cialdini e as necessidades básicas que descrevi acima.

Armas de influência de Cialdini: 


Reciprocidade - "Mas eles fizeram tanto por mim!" Quando você se sentir em dívida com alguém, então a lei da reciprocidade estará influenciando você. Jim Jones é constantemente lembrado por seus devotos por tudo o que ele e o "Templo do Povo" haviam feito por eles - como ele os tinha "salvo" e como eles "deviam"  ao "Templo". Se alguém lembrar constantemente o quanto fizeram por você ou estão fazendo por você, eles estão sendo manipuladores. Há vários caminhos para a manipulação, desde a amostra grátis no marketing/publicidade de um produto até o alguém fazer um favor não solicitado a você, apenas para que possam pedir-lhe um favor em troca - o objetivo é fazer você se sentir obrigado a retribuir.

Comprometimento e coerência - Se as pessoas fazem publicamente, verbalmente ou por escrito, uma ideia ou objetivo, elas são mais propensas a honrar esse compromisso. Nós gostamos de parecer consistentes e confiáveis tanto para nós como para com os outros (pense na desaprovação acumulada sobre os políticos que mudam suas mentes). Parar de repente, seguindo ordens ou abandonando crenças outrora profundamente arraigadas, pode simplesmente parecer impossível para muitos, mesmo em face de evidências que desmentem a crença.

Prova social - As pessoas vão fazer coisas que veem outras pessoas fazendo. Ou então: "Mil outras pessoas não podem estarem erradas, certo?" Ou "Se todo mundo está fazendo isso, então isso deve estar certo." Esse tipo de pensamento é a maneira de como as pessoas se deixam serem "vítimas da moda", bem como "vítimas de seitas". E é complicado também, porque esta não é a cegueira apenas impensada de nossa parte. Centenas de anos atrás, para os seres humanos sobreviverem em um mundo de predadores, tiveram que formar grupos sociais coesos e olhar para os outros para observar suas pistas comportamentais. Isso ainda é útil até certo ponto, mas os manipuladores do mundo moderno podem facilmente usar isso para sua vantagem.

Autoridade - As pessoas tendem a obedecer as figuras de autoridade, mesmo que elas sejam levadas a realizar atos injustos. Figuras de autoridade vêm em muitos tipos e fachadas diferentes (e Jim Jones foi, certamente, autoritário por natureza). [Veja também: Aprendendo a Interpretar Expressões Corporais e Faciais]

Simpatia - As pessoas são mais facilmente persuadidas e manipuladas por outras pessoas de quem gostam. Mas as pessoas simpáticas podem não fazer coisas muito simpáticas e esse é o problema. Cialdini demonstrou que as pessoas tendem a comprar de pessoas que gostam ou comprar coisas que as pessoas gostam de comprar. Nós também tendemos a gostar de pessoas atraentes. Não é coincidência que os líderes de seitas tendem a serem carismáticos, simpáticos e atraentes.

Escassez - Se algo parece escasso, a demanda por ela vai aumentar. "Oferta por tempo limitado" ou "enquanto durarem os estoques" ou "só para os primeiros 100 compradores" são todas as maneiras que o princípio da escassez é usado em marketing. Nas relações de manipulação pode ser usado assim: "Você nunca vai encontrar alguém como eu!" É sutil, mas a implicação é que eu sou raro e, portanto, mais valioso para você. Jim Jones se expressou assim: "Templo do Povo é o único lugar onde você pode ser salvo "- todos as seitas terão um slogan manipulador similar.

4 maneiras inteligentes de se proteger


Para se proteger contra as manipulações mais excessivas de organizações e indivíduos mal intencionados, você precisa:

  1. Estar ciente de que os extremos "promessa de ganho" e "ameaça de perda" são ferramentas universais básicas para manipulação de crenças e comportamentos.
  2. Entenda que se as suas necessidades físicas e emocionais básicas não são satisfeitas de forma adequada, você se torna mais vulnerável a ser manipulado por qualquer pessoa disposta a explorar essa lacuna. Basta compreender como isso pode ajudar a imunizar você contra se tornar uma vítima.
  3. Observe como as "armas de influência" do Cialdini operam na vida cotidiana (muitas vezes de formas benignas) e como elas estão indiretamente ligadas às necessidades humanas básicas.
  4. Mantenha-se calmo. Respire. Uma mente calma pode perceber o mundo de forma muito mais clara e objetiva.

 Conclusão


A maioria das pessoas e das organizações não estão realmente desejando explorar e manipular os outros para um mau caminho mas, como os seguidores infelizes de Jim Jones descobriram em 1978, quando o fazem, coisas horríveis podem acontecer.

Então ... Eu já disse isso antes e vou dizer de novo: Viva por opção, não por acaso. Faça mudanças, não arranje desculpas. Seja motivado, não manipulado. Trabalhe para se sobressair e não para competir. Escolha ouvir a sua voz interior e não as opiniões confusas de todos os outros.

E se você se sentir como quem está lutando em uma situação de relação de manipulação de qualquer tipo, saiba que você não está sozinho. Muitos de nós estamos ali com você, resolvendo as coisas por nós mesmos. Fique forte! Esteja inspirado! A verdade é que existem pessoas manipuladoras neste mundo que vão tentar mexer com a sua mente, mas você pode se defender. Trate de se armar com consciência.
Compartilhe no Google Plus

Sobre Luciana Costa

Blogueira e escritora independente. Sou amante da literatura e das artes. Também amo minha liberdade, minha família, meus amigos. Gosto de aprender e gosto de ensinar.

4 comentários:

  1. Luciana, me sinto em uma obrigação com você! E você nem me manipulou! Rsrs. Vou pendurar um quadro na parede com esse trecho: "Viva por opção, não por acaso. Faça mudanças, não arranje desculpas. Seja motivado, não manipulado. Trabalhe para se sobressair e não para competir. Escolha ouvir a sua voz interior e não as opiniões confusas de todos os outros."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsrsrs, que essa "manipulação" seja para o seu crescimento e para que seja bem esperta e não se deixar manipular por pessoas sem caráter. Sucesso e um grande abraço!

      Excluir
  2. Olá, Luciana.
    Li seus artigos sobre manipulação, foram muito esclarecedores. Acho que estou vivendo uma situação dessas. Gostaria de saber onde encontro mais material sobre isso, e se vc conhece organizações aqui no Brasil que trabalhem com pessoas que já passaram por situação de manipulação, ex-membros de seitas, etc. Estou confusa e precisando de ajuda. M.N.T

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem? Se você tiver facebook, mande uma mensagem direto inbox para a página do Oráculo no Facebook e poderemos conversar por lá.

      Excluir

Gostou do Texto? Deixe um comentário!
Obs: todos os comentários são moderados antes de serem liberados e exibidos no blog. Comentários anônimos são aceitos, palavrões e insultos, não. Se desejar comentar anonimamente, assine com um pseudônimo.